Conferência Municipal de Educação debate construção do Plano Nacional

Por Carla Maio

Publicado em 09/10/2017, às 13:50

Editado em 11/10/2017, às 12:04

Foto: Nicollas Ornelas - PMG

A Prefeitura de Guarulhos realizou neste final de semana a Conferência Municipal de Educação, no Teatro do Adamastor Centro, evento preparatório para a III CONAE/2018. A partir do tema “A consolidação do Sistema Nacional de Educação – SNE e o Plano Nacional de Educação – PNE, voltado para o monitoramento, avaliação e proposição de políticas públicas para a garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica”, a Conferência debateu a construção do Plano Nacional de Educação (PNE),documento que vai nortear a política educacional do país para o próximo decênio.

A Conferência Magna, cuja abertura aconteceu na noite de sexta-feira (6), contou com cerca de 300 participantes, dentre os quais o Prefeito Guti, a Secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer Marli Aparecida Nabas Lopes e representantes do Conselho Municipal de Educação, das diretorias regionais de ensino Norte e Sul, além da palestrante Cleuza Repulho, professora, mestra em Educação pela Universidade Mackenzie e consultora sênior da Fundação Lemann.

O prefeito Guti falou da importância da realização das oito pré-conferências em diferentes regiões do município, nos bairros São João, Vila Galvão, Centro, Bonsucesso, Pimentas, Taboão, Cabuçu e Cumbica, encontros que abrangeram a participação de  centenas e destacaram delegados regionais eleitos para deliberar sobre os artigos que constam no PNE.

“Contamos com a participação de todos os educadores para que a Educação no nosso município possa continuar dando saltos significativos. A exemplo de países como a China, é possível alcançar mudanças, sobretudo, por meio de investimentos com qualidade, e isso vai impactar na mudança da Educação em todo o país. Por isso, o debate que começou nas pré-conferências e que se estende agora na Conferência Magna, é tão valioso para que possamos contribuir para os novos rumos da Educação no Brasil”, enfatizou Guti.

De acordo com o Prefeito Guti, a iniciativa de realização da Conferência atende aos objetivos do Plano de Governo da atual gestão municipal, no que diz respeito à ampliação da participação popular em ações de interação democrática entre sociedade civil e política, promovendo, dessa forma, o debate e a construção de propostas para a definição e implementação de políticas públicas para a educação.

 

A Conferência                              

A abertura da Conferência Municipal de Educação contou ainda com a palestra de Cleuza Repulho, que contextualizou os desafios da Educação no Brasil, a partir de sua experiência à frente das Secretarias de Educação dos municípios de Santo André, entre 2000 e 2007, e São Bernardo, no período de 2009 a 2015.

“O Plano Nacional de Educação deve levar em consideração o tamanho do Brasil, que registra 48,8 milhões de alunos, 186 mil escolas e 2,2 milhões de professores. Portanto, os desafios para garantir educação de qualidade a todos são imensos, sobretudo no que se refere à infraestrutura, oferta de vagas, qualidade de ensino. Com relação à alfabetização, por exemplo, precisamos potencializar a formação de professores para qualificar as habilidades de leitura, escrita e interpretação de texto dos alunos”.

Todo o processo democrático realizado durante as pré-conferências e Conferência Municipal de Educação tem como foco a 3ª Conae, que será realizada em abril no próximo ano.

Na continuidade dos trabalhos, os participantes da Conferência Municipal de Educação em Guarulhos, representantes da sociedade civil e do poder público, se dividiram em salas temáticas para discussão dos 8 eixos que subsidiam a construção do Documento-Referência da 3ª CONAE.

Realizadas com intervalo de 4 anos, as conferências nacionais de educação tiveram como objetivo subsidiar a elaboração do PNE, documento que orienta a política educacional do país para os próximos 10 anos.