Prefeitura divulga protocolo sanitário para atividade audiovisual em Guarulhos




Publicado em 24/06/2020
Editado em 29/06/2020, às 20:28

55 visualizações

A Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Cultura, divulga protocolo sanitário para a atividade audiovisual na cidade. O documento, que se caracteriza como um planejamento estratégico para socorro dos produtores audiovisuais, artistas e trabalhadores da cultura, é coeso, prático, técnico e alinhado com as determinações da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre práticas saudáveis frente à pandemia. Para ler o documento, clique aqui.  

Além de incentivar todos os cuidados necessários, o documento cria condições para o retorno seguro da atividade no município. A iniciativa envolve diversos setores, como por exemplo, a economia criativa, turismo cultural, consolidação da política pública audiovisual, aquecimento no mercado pós-pandemia e a percepção de que cultura é uma atividade essencial para a saúde mental, emocional e redução de risco.

O protocolo faz referência direta à rotina de trabalhos de artistas, produtores de conteúdo, produtores de vídeos, coletivos independentes, videomakers, youtubers, streamers, jornalistas, empresários do setor audiovisual, Trade de Hotéis, restaurantes, entre outros setores envolvidos na cadeia produtiva.

O documento

Durante reunião com o setor criativo, a Secretaria de Cultura, por meio da Divisão de Incentivo à Atividade Audiovisual, os trabalhadores da Cultura e entidades destacaram informações para a criação do referido protocolo sanitário de retomada das filmagens, em conformidade com o decreto municipal. Participaram da reunião a Gru Convention & Visitors Bureau, entidade que representa o trade hotéis, bares e restaurantes, a Agruppe Aceleradora, entidade representante da cultura e do setor audiovisual. 

Para a elaboração do protocolo, o Grupo de Trabalho tomou como base o protocolo da Film Commision de Portugal, da APTA, Agrupamento Português de Técnicos de Audiovisual, da AAA, Agrupación de Asociaciones del Audiovisual, e o protocolo de Santa Catarina.

Foi estudado também o documento da SANTACINE - Sindicato da Indústria Audiovisual de Santa Catarina, SINDICINE - Sindicato dos Trabalhadores do Cinema e do Audiovisual dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal e SIAESP - Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo.

O documento oferece recomendações globais claras sobre a assinatura de termo de compromisso e a necessidade de uso de equipamentos de proteção individual, locação, alimentação, acomodação, transporte, figurino por equipes de elenco, direção, maquiagem, técnica, entre outros, desde o período de pré-produção e produção à pós-produção. 




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias