Artivismo é tema do Seminário de Arte e Cultura desta quinta-feira



Por Carla Maio
Publicado em 29/06/2020
Editado em 02/07/2020, às 13:00

81 visualizações

A combinação entre arte e ativismo é o tema do próximo encontro do II Seminário História(s) da Arte e da Cultura em Guarulhos, que acontece nesta quinta-feira (2), às 20h. Iniciativa da Prefeitura de Guarulhos por meio da Secretaria de Cultura e do Arquivo Histórico Municipal, o evento é transmitido online pela fanpage do Arquivo Histórico no Facebook (https://www.facebook.com/arquivohistoricogru/).

Nesse encontro, o mediador André Okuma convida Franklin Jones, ator, diretor e produtor cultural, e juntos fazem uma abordagem estética e conceitual de artivismo, enquanto movimento oriundo dos coletivos para problematizar questões sociais. Em meio a um universo de inúmeras linguagens, o encontro recupera a trajetória de Franklin como integrante do grupo Populacho e participante do Movimento de Teatro de Rua das cidades de São Paulo e Guarulhos.

Franklin Jones é Cientista social pela Unifesp e bacharel em comunicação social pela UnG. Foi conselheiro municipal de cultura em Guarulhos por três biênios, eleito pela sociedade civil. Desenvolveu trabalho em arte educação no instituto “Meu Futuro”, CONES Prefeitura de São Paulo e Programa de Oficinas Culturais da Prefeitura de Guarulhos.

Encontros semanais

Com encontros semanais que tiveram início no começo do mês de abril, o II Seminário História(s) da Arte e da Cultura em Guarulhos já contou com a participação de diversos convidados, como a artista multimeios Marina Pinto, do Coletivo Fotógrafas Guarulhenses, Edson Kiyoshi Murata, do Cineclube Incinerante, Guilhermina Helfstein, autora do livro Guarulhos: Trajetória Cultural, obra publicada em 2016 e elaborada em parceria com o poeta, escritor e jornalista Castelo Hanssen, Rodrigo Pignatari, do Grupo Glacê, idealizador do projeto Geografias de Cena, o historiador Mário Cabral, o produtor do projeto Arrastão Cultural, João Perreka, a apresentadora do Slam do Prego, Monique Martins, a presidente da Associação Cultural Rock Guarulhos, Rute Barbosa, Wesley Doeste, poeta participante de encontros de poesias faladas, Wolf do Vale, idealizador do projeto Encontros Autorais, Juliano Lourenço, produtor cultural e um dos organizadores do Sarau Carolina, e, na última semana, Sérgio Leandro, professor de Capoeira Angola.

Nesses encontros, permeados pela participação e interação dos internautas que acompanham as lives pelas redes sociais, o objetivo é registrar e difundir as diversas narrativas e histórias que formam a cultura guarulhense a partir do ponto de vista de artistas e pesquisadores. Muito mais do que falar de seu trabalho e sua relação com a arte e a cultura de Guarulhos, os convidados proporcionam novos olhares sobre a diversidade da produção cultural local e refletem sobre possíveis caminhos para a cultura na cidade pós-Covid-19.

Serviço

II Seminário História(s) da Arte e da Cultura em Guarulhos

Tema: Artivismo, com Franklin Jones

Data: quinta-feira, 2 de julho

Horário: 20h

Acesso pela internet em https://www.facebook.com/arquivohistoricogru/




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias