Seminário de Arte e Cultura debate sobre o movimento punk em Guarulhos



Por Carla Maio
Publicado em 13/07/2020
Editado em 13/07/2020, às 9:52

90 visualizações

Os bastidores do cena punk guarulhense, um dos movimentos mais controversos em meio à efervescência do rock oitentista, é tema de debate do Seminário História(s) da Arte e da Cultura em Guarulhos, que acontece nesta quinta-feira (16), às 20h. Iniciativa da Prefeitura de Guarulhos por meio da Secretaria de Cultura e do Arquivo Histórico Municipal, o evento é transmitido online pela fanpage do Arquivo Histórico no Facebook (https://www.facebook.com/arquivohistoricogru/).

Para resgatar memórias de narrativas musicais e o modo como o punk se constituiu como fenômeno social, o mediador André Okuma convida Valéria Cristina do Nascimento, professora da Rede Municipal de Guarulhos que integrou o movimento punk na cidade nos anos 1980. Além de compor a formação de bandas da cidade, Valéria também colaborou com a criação de fanzines, revistas independentes que atuavam na divulgação de bandas e eventos do universo underground. 

Para mais informações sobre eventos culturais online, acesse: https://www.guarulhos.sp.gov.br/agendacultural

Encontros semanais

Com encontros semanais que tiveram início no começo do mês de abril, o II Seminário História(s) da Arte e da Cultura em Guarulhos já contou com a participação de diversos convidados, como a artista multimeios Marina Pinto, do Coletivo Fotógrafas Guarulhenses, Edson Kiyoshi Murata, do Cineclube Incinerante, Guilhermina Helfstein, autora do livro Guarulhos: Trajetória Cultural, obra publicada em 2016 e elaborada em parceria com o poeta, escritor e jornalista Castelo Hanssen, Rodrigo Pignatari, do Grupo Glacê, idealizador do projeto Geografias de Cena, o historiador Mário Cabral, o produtor do projeto Arrastão Cultural, João Perreka, a apresentadora do Slam do Prego, Monique Martins, a presidente da Associação Cultural Rock Guarulhos, Rute Barbosa, Wesley Doeste, poeta participante de encontros de poesias faladas, Wolf do Vale, idealizador do projeto Encontros Autorais, Juliano Lourenço, produtor cultural e um dos organizadores do Sarau Carolina, Sérgio Leandro, professor de Capoeira de Angola e, no último encontro, o  ator, diretor e produtor cultural, Franklin Jones, do grupo Taz Guarulhos.

Nesses encontros, permeados pela participação e interação dos internautas que acompanham as lives pelas redes sociais, o objetivo é registrar e difundir as diversas narrativas e histórias que formam a cultura guarulhense a partir do ponto de vista de artistas e pesquisadores. Muito mais do que falar de seu trabalho e sua relação com a arte e a cultura de Guarulhos, os convidados proporcionam novos olhares sobre a diversidade da produção cultural local e refletem sobre possíveis caminhos para a cultura na cidade pós-Covid-19.

Serviço

II Seminário História(s) da Arte e da Cultura em Guarulhos

Tema: O movimento punk em Guarulhos

Data: quinta-feira, 16 de julho

Horário: 20h

Acesso pela internet em https://www.facebook.com/arquivohistoricogru/




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias