Sustentabilidade: “Adquirindo valores para mudar o mundo”


Temática: Ambiental
Recurso(s): Material de Baixo Custo diferentes ambientes da escola Lixeiras seletoras, Bags seletores Mudas de árvores nativa.
Autor(es): Coordenadoras: Letícia, Karla e Ana Paula
Colaborador(es): Equipe gestora, professores, funcionários e comunidade
Escola: EPG CELSO FURTADO

2043 visualizações

Justificativa:

Os problemas ambientais e suas consequências infelizmente estão aí e se agravam a cada dia, levando as pessoas a sofrerem suas consequências, porém, ainda são poucos os resultados de uma EDUCAÇÃO AMBIENTAL que torne o conceito de sustentabilidade algo compreensível e suas ações elementos cotidianos e básicos para a reconstrução de uma nova cultura. Mais do que ler e comentar o tema em sala de aula, precisamos mudar nossas atitudes para que as novas gerações já nasçam praticando-as. Em geral, nas escolas debatemos sobre atitudes de pessoas educadas como, por exemplo, não jogar o papel de balinha no chão; e após o recreio não é muito difícil vermos o pátio com lixo por todos os lados. Assim teoria e a prática ficam distantes uma da outra. É preciso sempre reforçar que o meio ambiente não é apenas a natureza, mas todo e qualquer lugar onde vivemos ou frequentamos. Ao avaliar o assunto não se pode tratar de maneira solta ou superficial, deveria ampliar as ações e sistematiza-las para despertar a atenção dos alunos de uma maneira mais impactante para que fosse possível propor mudanças de atitudes e valores, lançando sementes que possibilitassem mudanças na cultura ambiental que temos (projeto sustentabilidade). Esse projeto precisa ter ações durante todo o ano letivo, pois se trata de desenvolver novos hábitos e a conscientização da responsabilidade individual.


Objetivos:

Objetivo Geral: Conscientizar os alunos de que a sustentabilidade ambiental e social é de fato uma necessidade urgente que deve partir das atitudes de cada um para mudar a nossa cultura de maneira que ela não fique isolada a grupos, mas que são um dever todos os cidadãos conforme reza a nossa Constituição. 

Objetivos Específicos: 

Conhecer os conceitos de sustentabilidade ambiental e social. Relacionar os conceitos teóricos e a prática, desenvolvendo atividades relacionadas ao dia a dia dos alunos para que possam desenvolver novos hábitos sustentáveis. Desenvolver a responsabilidade individual e consciência de que cada um pode multiplicar essa aprendizagem com os familiares, amigos, vizinhos, etc. E juntos darmos nossa parcela de contribuição para que a mudança aconteça.


Metodologia:

O projeto está sendo desenvolvido a partir de subtemas apresentados para os professores no início do ano, um tema por bimestre, com objetivo de aprofundar temas de relevância relacionados à Sustentabilidade, aquisição de valores e mudanças de hábitos. Possíveis de serem desenvolvidos dentro do planejamento, garantindo o conteúdo previsto em cada ano.


1º bimestre: Água, esperança e futuro até quando?

Sugestões sobre a temática:

Enchentes

Qualidade da água

Desperdício 

Água virtual: ex. para fabricar uma tonelada de papel a partir da madeira são gastos 10 mil litros de agua, e para o reciclado são usados 2mil litros.

Proliferação de criadouros de AEDES AEGYPTI.

Trabalho com gêneros literários sobre o tema: texto informativo, jornalístico, poesia, musica e cordéis, entre outros.


2º bimestre: Passado e presente do meio ambiente

Sugestões sobre a temática:

Levantamento de dados do Bairro e Município (como era antes e como está agora)

Questões elaboradas pelos alunos para levantamento de dados com a família e comunidade

Coleta seletiva;

Aterro sanitário, destino do lixo que produzimos;

Tempo de decomposição dos objetos que jogamos no lixo;

Trabalho com gêneros literários: texto cientifico jornalístico, informativo, linha do tempo, relatos, entre outros. 


3º bimestre: Educação e Vida compromisso com o meio ambiente 

Sugestões sobre a temática:

Pesquisa sobre formas de reciclar e reutilizar, alimentos e roupas;

Destino do lixo da coleta que é realizada em nossa escola;

Saúde: doenças transmitidas por animais que vivem no lixo; rato, mosca, barata e formiga, mosquito, escorpião, cachorro e gato.

Cidadão e cidadã têm direito a um ambiente saudável, defesa de atitudes individuais e coletivas.

Conscientização sobre responsabilidade com o meio ambiente. 


4º bimestre: Do lixo ao luxo.

Sugestões sobre a temática:

Uso racional de energia elétrica

Programa de reciclagem

Biodegradação e compostagem.

Reaproveitamento

“Cidadania e Desenvolvimento Sustentável”

Concurso de poesia com o tema: ATITUDES SUSTENTÁVEIS


As sugestões foram contempladas no decorres dos bimestres de forma a contribuir com o planejamento do professor e os estudos em sala de aula, sendo de livre escolha visando à necessidade de cada turma.

Também foram estabelecidas três metas para serem desenvolvidas no primeiro semestre. Metas estas que envolveram a todos da comunidade escolar. De forma a colaborar com estudos mais específicos, reforçando tanto conhecimento quanto a prática. 


 1º Ação: Coleta seletiva.

Ação permanente, pois dura o ano inteiro. Oportuniza a coleta do lixo selecionado na residência dos alunos e funcionários da escola que são devidamente separados e encaminhados para a empresa que faz a destinação correta, A reciclagem. Ação movimenta toda a comunidade escolar: funcionários, professores, alunos e familiares. 


2º Ação: Coleta seletiva interna.

Mesmo com a coleta seletiva bem estruturada, percebeu-se que dentro da escola a separação do lixo está deficitária, pois ainda se encontra lixo orgânico misturado ao reciclável. 

Em busca de solucionar o problema, viu-se a necessidade de adequar os espaços para que a seleção do lixo aconteça, fazendo a aquisição de lixeiras coloridas para a separação do lixo orgânico do reciclável, que serão colocadas em todos os ambientes da escola: salas de aula, refeitório, pátio, cozinha, secretaria e sala dos professores.


3º Ação: Plantio de árvores no entorno da escola.

Prevê o plantio de 12 árvores nativas nas calçadas da escola, tendo como foco o reflorestamento urbano. Ação que visa à melhoria do meio ambiente, com objetivo de sensibilizar e envolver a comunidade escolar enquanto a responsabilidade em preservar e reflorestar. 


Resultados observados 

A percepção de que educação ambiental é uma prática pedagógica é um dos principais objetivos alcançados com o projeto, tendo em vista que essa prática não se realiza sozinha, mas nas relações do ambiente escolar, na interação entre diferentes atores, conduzida por um sujeito, os educadores. Tendo em vista que a educação ambiental sofre muitas resistências no cotidiano escolar, potencializando uma forte tendência de ações isoladas e descontextualizadas da realidade socioambiental em que a escola está inserida e do próprio projeto político-pedagógico.

O envolvimento dos alunos e comunidade escolar é percebido principalmente na mudança das ações e hábitos. No intervalo, por exemplo, onde o lixo é separado sem dificuldade nas lixeiras seletoras, assim como nas salas de aula onde mesmo antes da aquisição das lixeiras seletoras eles, algumas turmas já estavam selecionando o lixo produzido em sala de aula e realizando o descarte nas bags. Ou mesmo a coleta seletiva externa que observamos as famílias totalmente envolvidas encaminhando para a escola o lixo selecionado em casa para ser descartado corretamente.

“[...] as pessoas cuidam do meio ambiente por duas razões apenas: POR AMOR ou POR TEMOR. Vale dizer, que algumas pessoas conservam a natureza por que gostam, por acham bonito, independente para ela servir para alguma coisa. Elas conservam por razões puramente afetivas. Outras conservam porque já ouviram falar no desequilíbrio ecológico, porque tem medo de cortar a mata, assorear os rios, acabar com o oxigênio, a poluição dá doença, etc. assim, basicamente temos um fator afetivo e um fator cognitivo, este depende do conhecimento. A preocupação maior de um educador ambientalista deve ser o de desenvolver no aluno esses dois fatores.” (OLIVEIRA, 1990, p.18).                                                                               

Avaliação: 

O aproveitamento até o momento é satisfatório, levando em conta que o projeto está sendo realizado com os quatro períodos da escola. Ainda temos ajustes e trabalho para realizar, principalmente relacionados às ações. Pois agora temos um grande desafio pela frente, deixar o projeto vivo, não deixar que as práticas e mudanças de hábitos caíssem no esquecimento. 


Confira o vídeo feito pela equipe do Portal SE Informe clicando aqui.
Mostra um pouco do que foi o plantio realizado na escola.


Galeria



Outras Práticas Pedagógicas