Semana Mundial do Brincar 2022

Dia 23/05, segunda-feira

O Brincar como dispositivo para imaginar futuros: brincar com objetos, com o próprio corpo e com elementos naturais

Release: O brincar espontâneo garante saúde física e psíquica. Para tornar-se um sujeito pleno, a criança precisa apropriar-se de seu espaço com liberdade e autonomia, com a parceria do adulto e a confiança no meio.
Vínculos afetivos saudáveis, além de brincar com objetos simples, com o próprio corpo e com elementos naturais, é o que a criança precisa para desenvolver-se integralmente.
Confiar na força do brincar é garantir que sigamos rumo a horizontes mais largos e belos!

Palestrante: Pollyanna Franfes Xavier

Pollyanna Franfes Xavier

Pollyanna Franfes Xavier – Mãe da Alice e do Miguel, bacharel em Psicologia pela UFMG, especialista em Clínica Psicanalítica, atuou na rede de saúde mental da Prefeitura de Belo Horizonte. Idealizadora, coordenadora e produtora cultural na Aldeia Jabuticaba desde 2015, onde realiza formações para educadores, cria e produz eventos e produtos culturais próprios ou em parceria com equipamentos culturais e de educação pelo Brasil, sempre com foco na cultura da infância, na cultura popular, no brincar livre e espontâneo.

Mediadora: Thais Gonçalves Rezende de Lima Pereira
Público-alvo: Educadores (as)
Horário: 12h às 13h – Hora Atividade
Link de acesso: Via Teams – bit.ly/smb_pollyanna

Transmissões ao vivo pelo canal do Portal da Secretaria de Educação no Youtube.

Dia 25/05, quarta-feira

Brincar miúdo, um brincar descolado do consumismo

Release: Diante das questões ambientais e sociais e de uma cultura bastante mediada pelos excessos, propomos um encontro para dialogarmos sobre brincadeiras simples e cotidianas que se constroem enquanto acontecem.
Afinal, como nascem as brincadeiras? Com o que a criança brinca?

Palestrante: Elisa Lunardi

Elisa Lunardi

Elisa Lunardi – Educadora e investigadora das questões ambientais e sociais que dialogam com a infância. Idealizadora da infância sem excesso e professora de educação infantil com olhar atento aos excessos na infância, acredita que tecer com as crianças novas formas de consumo é um dos caminhos de cuidar do meio e de suas relações.

Mediadora: Patrícia Fernandes
Público-alvo: Educadores (as)
Horário: 9h
Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=jGcpAZ9Wewk

Quintais Brincantes: sobrevoos por vivências educativas brasileira

Release: O Movimento dos Quintais Brincantes revela vivências educativas brasileiras que sobrevoam o brincar, a natureza, a cultura brasileira e a nossa autoeducação. Nós nos debruçamos em pesquisa e no trabalho de contar, escrever, escutar e olhar para Quintais Brincantes.
Somos um ninho de pessoas insatisfeitas com as caixas que enquadram nosso sistema educacional, aumentam as diferenças sociais e a pressão ambiental. Enxergamos nos Quintais Brincantes uma mudança, a possibilidade de criar um mundo mais amoroso e harmônico para as crianças e para nós mesmas.
Queremos ampliar o alcance para que mais pessoas se reconheçam e compartilhem múltiplos brincares e saberes brasileiros. No pensar de políticas, na ocupação das cidades, no tecer pontes com escolas públicas. Para o desemparedamento de espaços, pessoas e antigos padrões.
Queremos comunicar, ampliar os diálogos, as pesquisas, as parcerias para que mais pessoas saibam que no Brasil há uma prática educativa potente e transformadora.

Palestrantes:

Carolina Paixão

Carolina Paixão – Observadora de crianças e suas naturezas, bióloga, mestre em Geografia, mãe da Serena, guia de suas metamorfoses. Pesquisadora livre em escuta e comunicação não violenta. Escritora de essencialidades. Criadora da Casa Curiosa. Articula o Movimento dos Quintais Brincantes.

Julia Berro

Julia Berro – Observadora das infâncias e pesquisadora do livre brincar, na natureza. Articula o Movimento dos Quintais Brincantes. É responsável pelo percurso pedagógico do Quintal Pés no Mato, em São Miguel dos Milagres/AL. Vivenciou de perto a experiência educacional na Casa Redonda Centro de Estudos, além de outros espaços de educação livre em São Paulo

Mediadora: Denise de Oliveira Camargo
Público-alvo: Educadores (as)
Horário: 14h
Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=exEv6kWZMbI

O despertar da criança interior por meio da arte Teatral

Release: O professor, ator e diretor Fábio Vianna abordará de diferentes maneiras como o teatro pode trazer uma reconexão de adultos  a sua versão mais essencial e lúdica, trazendo a tona muitos questionamentos de como a vida cotidiana pode ser encarada de uma maneira mais  leve e humana  sem automatismos. Compartilhará a sua experiência com aulas de teatro e irá  ilustrar  a função  e eficácia do jogo teatral na formação  do educando pensando na construção de um cidadão que tem empatia pelos demais e ao mesmo tempo sabe questionar o que lhe é apresentado.

Palestrante: Fábio Vianna

Fábio Vianna

Fábio Vianna – Professor de teatro: Projeto Teatro-Escola 360 / CEU Ponte Alta e Centro Universalista Cura-te. Graduado em Artes Cênicas – Universidade São Judas Tadeu; Bacharel em Artes Cênicas e Licenciatura Plena com habilitação em Artes Cênicas; tem curso profissionalizante – Teatro Escola Macunaíma; Curso história do teatro – Universidade São Judas Tadeu; Curso de teatro Brasileiro, Popular e de Rua – Oficina Amácio Mazzaroppi. É  Ator, Diretor e Professor de Teatro.
Atuou nos Espetáculos Clowns – grupo Teatro 360 e Revolução na América do Sul/ grupo teatral Trupe cena 11. Dirigiu os Espetáculos:  Jogos da intolerância-Grupo Teatrólogos do Ponte,  Clownexões-Grupo teatrólogos do Ponte e Memórias-Grupo Curarte.

Mediadora: Angela Dezoti Consiglio
Público-alvo: Educadores (as)
Horário: 19h
Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=L4UAsSyD_G4

Dia 26/05, quinta-feira

Lá no meu quintal

Release: Lugar, chão, terra, território ou quintal: palavras-paisagens que vamos percorrer ao longo de um encontro que tem as infâncias brasileiras como rota e rumo. O encontro parte de experiências da pesquisadora Gabriela Romeu por diferentes regiões do país e que resultaram em documentários e livros como Terra de cabinha (ed. Peirópolis), Lá no meu quintal (ed. Peirópolis) e Meninininho (ed. Panda Books).

Palestrante: Gabriela Romeu

Gabriela Romeu

Gabriela Romeu – Escritora, documentarista e pesquisadora da infância, há mais de vinte anos, desenvolvendo projetos que criam pontes entre realidades e infâncias. No jornal Folha de S.Paulo, editou o caderno Folhinha e coordenou o projeto Mapa do Brincar, vencedor do Grande Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo (2010).  É autora de livros que recontam o real e o imaginário das infâncias brasileiras, tais como Tutu-Moringa – História que Tataravó Contou (Companhia das Letrinhas; selo Altamente Recomendável FNLIJ), Terra de Cabinha (editora Peirópolis; Prêmios Jabuti 2017, Cátedra Unesco e FNLIJ), Lá no Meu Quintal (editora Peirópolis; Prêmio FNLIJ e finalista jabuti), Menininho(editora Panda Books; finalista Jabuti) e Irmãs da chuva (editora Peirópolis), que acaba de ser publicado. É uma das idealizadoras do projeto Infâncias (www.projetoinfancias.com.br), que documenta a vida de meninas e meninos pelo país.

Mediadora: Thais de Sá Rodrigues Leite
Público-alvo: Educadores (as)
Horário: 15h
Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=qCwXEfOz-Mw