Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Gru Sinfônica e Orquestra Jovem sobem juntas ao palco do Sesc Guarulhos



Por Carla Maio
Publicado em 05/09/2022

95 visualizações


Gru Sinfônica e Orquestra Jovem não se cansam de fazer história e, dessa vez, sobem juntas ao palco do teatro do Sesc Guarulhos para espetáculo no próximo dia 25 de setembro, domingo, às 18h. Os ingressos podem ser adquiridos no site https://www.sescsp.org.br/programacao/orquestra-gru-sinfonica-e-orquestra-jovem-municipal-de-guarulhos/, custam R$24 (inteira), R$12 (meia-entrada) e são gratuitos para portadores de Credencial Plena.

Sob regência do violinista e maestro Cláudio Cruz, um dos grandes artistas da música orquestral no país, as duas orquestras de Guarulhos apresentam a Sinfonia n.º 7, do compositor russo Dmitri Shostakovich. 

Cláudio Cruz é regente titular da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo. Sua participação no concerto da série Convidados Especiais da Temporada 2022 é uma ação que objetiva impactar o universo da música sinfônica em âmbito nacional ao promover encontros valiosos com artistas de referência.

O espetáculo é realizado pelo Sesc por meio de parceria com a Prefeitura de Guarulhos.

Contexto histórico de criação da peça

Obra de grande porte, que exige um conjunto sinfônico robusto para explorar profundamente sua sonoridade, a peça de Shostakovich é uma obra grandiosa do repertório sinfônico. Escrita em 1941, durante a 2ª Guerra Mundial, a Sinfonia n.º 7 tem uma história de criação fascinante.

Dmitri Shostakovich morava na antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, na cidade de Leningrado, hoje conhecida como São Petersburgo. Em 1941, enquanto criava a referida peça, ele foi obrigado a fugir da cidade, que foi completamente ocupada pelo exército nazista. Por isso, a peça presta homenagem à cidade, que resistiu por quase 900 dias ao cerco nazista.

Um ano depois de composta, com partituras circulando às escondidas de um lugar a outro, a obra foi estreada na cidade onde começou a ser escrita em 9 de agosto de 1942, com músicos de vários lugares. Sua execução foi tão marcante, que lhe valeu o nome de Sinfonia Leningrado.

“Há uma crença de que a música tem um papel a cumprir em defesa do ser humano, da arte, da liberdade e da cultura. Por isso, a escolha da Sinfonia Leningrado para a execução pelas duas orquestras da cidade no Sesc Guarulhos tem uma mensagem de força, união e luta pela liberdade”, explicou o maestro Emiliano Patarra.

O Sesc Guarulhos fica na Rua Guilherme Lino dos Santos, 1200 – Jardim Flor do Campo.




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias