Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Alunos da EPG Selma Colalillo aprendem sobre cidadania em sala de aula



Por Danielle Andrade
Publicado em 17/09/2018
Editado em 10/01/2020, às 13:06

452 visualizações


Cidadania, respeito e autonomia. Foi partindo dessas questões que os alunos do 5º ano da EPG Selma Colalillo Marques, localizada no bairro Vila Rio de Janeiro, realizaram uma atividade com foco nas Eleições. A iniciativa teve como proposta fazer com que as crianças compreendam sobre corrupção, a importância do voto, a responsabilidade do governo e do povo, em relação à crise política.

Alinhado ao projeto da escola sobre “Autonomia a Caminho da Utopia”, a professora Joyce Recco Forni enfatizou a necessidade de a população votar, escolhendo o melhor candidato para o Brasil: “Esse projeto dá voz às nossas crianças, para o que elas querem do Brasil desde agora, pois elas serão os futuros eleitores do país. Os alunos puderam compreender na prática todo este processo, além de elaborarem sua própria eleição”, relatou a professora.

O primeiro passo da atividade foi ouvir as reivindicações da população, em seguida, em grupos, a escolha dos candidatos. Cada grupo escolheu o nome de seu partido e seu número, como o "Partido Progressista Escolar – PPE” e “Partido da Educação Segurança do Bem - PESB”. 

Defensores da democracia

Durante o momento do horário eleitoral se constituiu a parte fundamental de toda a atividade, foi nesse momento que as crianças “candidatas” puderam expor suas ideias e plano de governo. Houve até relatos de compra de votos, como acontece nas eleições de verdade. Na sequência, aconteceu o debate entre os candidatos, hora que os alunos puderam se opor ou não às propostas apresentadas. 

Dentre algumas propostas, destacaram-se ações relacionadas ao bem estar animal, baixa dos preços de alimentos, aumento da quantidade de postos de saúde e abaixar o salário dos deputados, aumentando o dos colaboradores públicos.

O aluno Cayque Lopes e a aluna Sabrina Silva representaram os candidatos que estavam concorrendo à disputa eleitoral. O povo, representado pelo os outros alunos cobrou melhorias e pediu explicações sobre as regalias no Congresso. “É muito importante escolher os deputados e senadores, isso é muito grave, anular votos só piora, as pessoas precisam saber disso!” alertou Cayque, surpreso com a responsabilidade que é governar.

Um dos aprendizados constado pelos alunos ao decorrer da atividade foi descobrir que o presidente não governa sozinho, não adianta apenas boas intenções, ele precisa de base no congresso. Para a Coordenadora-pedagógica Priscila Souza Nascimento, é de grande relevância incentivar a curiosidade pela participação política desde cedo.

“Mesmo que ainda não votem, podem tornar-se multiplicadores do que aprenderam. Entender que optar por um ou outro candidato não vai influenciar apenas na vida de uma pessoa, e sim, influenciar na vida de todo mundo.”, conclui a coordenadora, sobre uma das principais lições aprendidas pelas crianças ao exercer desde cedo a cidadania e tomada de decisões.

Para ver as fotos, clique aqui.




Outras Notícias