Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Cineclube do Adamastor apresenta curtas com temas infantis e Direitos Humanos



Por Carla Maio
Publicado em 26/09/2018
Editado em 21/01/2020, às 13:20

165 visualizações

Nesta quarta-feira, dia 26, e também no próximo dia 4 de outubro, quinta-feira, a partir das 14h, o Cineclube do Adamastor Centro apresenta uma série de curtas-metragens da Associação Cultural Kinoforum, produtora que em parceria com a Prefeitura de Guarulhos oferece um panorama de obras com temáticas infantis e sobre Direitos Humanos. A exibição dos curtas têm entrada gratuita e classificação livre.

No dia 26, durante cerca de 60 minutos, curtas-metragens como “O fim do recreio” (7’, Brasil/PR, 2012), “Gigante” (15’, Alemanha, 2017) e “Cores” (6’, Suíça, 2018) estão entre as obras que têm como foco crianças de todas as idades e suas diversas realidades. Os direitos da criança norteiam esse programa com assuntos importantes e questões dos dias de hoje, vividos e construídos em filmes curtos realizados para e por crianças para todos os públicos.

Já no dia 4 de outubro, os curtas-metragens têm cerca de 80 minutos de duração e objetivam relembrar e comemorar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, cuja existência tornou ilegal a opressão e a privação de direitos. Nesses 70 anos, o que mudou? E o que mudou no Brasil? Essa pequena amostra de filmes revela que apesar de muitos desses direitos ainda serem desrespeitados, sabemos que eles nos pertencem, são universais, nos unem e nos deixam mais fortes para lutar por eles.

Confira a programação completa:

Dia 26 de setembro – 14 horas

Programação Infantil (60 minutos de duração)
1. O fim do recreio (7’, Brasil/PR, 2012, ficção )
Sinopse: No Congresso Nacional, um projeto de lei pretende acabar com o recreio escolar. Ao mesmo tempo, em uma escola de Curitiba, um grupo de crianças pode mudar toda essa história. Recheado de vibrantes brincadeiras infantis!
2. O dragão e a música (8’,Suíça, 2015,ficção/animação)
Sinopse: Uma garotinha fica amiga de um dragão na floresta. Eles começam a tocar músicas juntos, mas correm perigo, pois o rei obstinado autoriza apenas marchas militares.
3. Tum Tum - som de batuque (3’, Brasil/SP, 2014, documentário)
Sinopse: Um jovem músico toca percussão em uma banda na cidade de Salvador, Bahia. A música tornou-se fundamental em sua vida e agora ele quer viver disso.
4. Gigante (15’, Alemanha, 2017, animação)
Sinopse: Sentada bem no alto da cidade, Ola observa o mar e vê uma gigante tomando banho na baía. Os barcos deslizam pelas ondas como patinhos de borracha. Por meio de piscadas e caretas, elas conseguem se comunicar.
5. Jornal da criança (6’, Brasil/SP, 2011, documentário)
Sinopse: Um divertido documentário com reportagens sobre reciclagem e meio ambiente, realizado por crianças de escolas municipais de Atibaia-SP, durante a oficina audiovisual Cinema & Cidadania.
6. Cores (6’, Suíça, 2018, animação)
Sinopse: Em uma grande floresta onde vivem pássaros de uma só cor, todos encontraram seu lugar em uma árvore que se parece consigo. Mas o que acontece quando um pássaro tem duas cores?
7. O melhor som do mundo (13’,Brasil/SP, ficção)
Sinopse: Vinicius não coleciona figurinhas, nem carrinhos, nem gibis. Ele coleciona sons. Mas será possível encontrar o melhor som do mundo?

Dia 4 de outubro – 14 horas

70 ANOS DA DECLARAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS (76 minutos de duração)
1. Palíndromo (11’, Brasil/SP, 2001, ficção)
Sinopse: Um homem perde tudo que tem. Uma história simples contada de forma inusitada.
2. Maioria absoluta (23’, Brasil/RJ, 1964, documentário)
Sinopse: O analfabetismo no Nordeste brasileiro e suas consequências na vida agrícola.
3. Uma família ilustre (18’, Brasil/RJ, 2015, documentário)

Sinopse: Conversa entre Cláudio Guerra, ex-delegado da Polícia Civil que assassinou e incinerou militantes contrários à ditadura, e o professor Eduardo Passos, psicólogo clinico que trabalha com direitos humanos.
4. Fruto da terra (15’, Brasil/RJ, 2008, documentário)
Sinopse: Uma saga de conquista de direitos humanos e superação de desigualdades através da luta social. Conta a história de Marcos Tiarajú, filho de Rose, dos filmes Terra para Rose e O Sonho de Rose, nascido no acampamento da Fazenda Annoni (RS), primeira ocupação do MST, em 1985
5. A pequena vendedora de fósforos (9’, Brasil/RS, 2014, animação)
Sinopse: Adaptação do conto homônimo de Hans Christian Andersen para os dias de hoje, sobre a infância desassistida no abismo da sociedade dividida entre riqueza e pobreza.
Serviço
Exibição de curtas-metragens da Associação Cultural Kinoforum
Datas: quarta-feira, 26 de setembro; quinta-feira, 4 de outubro Horário: a partir das 14h
Local: Cineclube do Adamastor Centro 
Av. Monteiro Lobato, 734 – Macedo – Guarulhos/SP
Entrada gratuita
Classificação livre
 



Assuntos Relacionados

Cultura Cinema CME Adamastor


Outras Notícias