Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


CEU Presidente Dutra recebe o Projeto Halloween e Día de muertos



Por Danielle Andrade
Publicado em 09/11/2018
Editado em 10/01/2020, às 10:02

528 visualizações

No último dia 31 de outubro, aconteceu a tradicional festa de Hallowen e Día de muertos, no CEU Presidente Dutra. A festa, que já ocorre há quatro anos, foi aberta à comunidade e proporcionou muita diversão, com a participação de várias atrações, tais como, baile do terror, exposição sobre a cultura do México e outros países da América Latina, além dos trabalhos dos alunos do curso de inglês, com atividades sobre o Halloween, festa muito importante em países de língua inglesa. 

O projeto consiste em introduzir os alunos na cultura dos países que falam a língua que estão aprendendo e tanto nas aulas de espanhol, como nas aulas de inglês, as professoras trabalharam os temas por meio de documentários, reportagens, textos escritos e filmes, para que assim pudessem entender a importância dessas datas em países latinos e países de língua inglesa.

Nas duas últimas semanas que antecederam o dia da festa os alunos do curso de espanhol confeccionaram os “Altares de muerto”, que são muito celebrados e importantes, principalmente na cultura mexicana. Em sequência, fizeram uma apresentação dos trabalhos sobre a festa, assistiram o filme “Coco” e também confeccionaram cartazes que foram expostos no dia do baile, com explicações sobre o “Dia de muertos”.

Já os alunos do curso de inglês ajudaram também na decoração do espaço, montaram caixas sensoriais (mystery box), colocaram substâncias grudentas, macias, ásperas e assim brincaram com o imaginário o tempo todo. 

Uma escultura iluminada com a abóbora, enfeite tradicional do Dia das Bruxas, também foi feita conhecida como “Jack O' Lantern”, que faz parte das festividades de Halloween da cultura norte americana. 

Professores engajados

Segundo a professora de espanhol, Daniela Parra, o objetivo maior é introduzir os alunos na cultura dos países que falam a língua espanhola. “Uma sociedade mais tolerante pode ser construída quando as pessoas aprendem a olhar o outro e respeitar seus costumes e sua cultura, independente do que acreditam. O respeito às diferentes culturas é fundamental pra uma sociedade mais justa e solidária”, explica a professora. 

A festa contou com a participação de diversos voluntários, como o professor arte-educador Claudinei Guimarães, que maquiou as crianças com cicatrizes horripilantes e a professora de informática Rafaela Rodrigues Nascimento, que também auxiliou nas maquiagens, garantindo a diversão dos participantes.

Além deles, o professor voluntário de desenho, Gabriel Washington, e a professora voluntária de ritmos brasileiros, Laura Patrícia da Silva, também agitaram a comunidade durante o baile no anfiteatro do CEU.

“Quando desenvolvemos trabalhos como esses, até mesmo os adultos voltam a vivenciar a infância, aprendem o vocabulário referente ao tema e é muito gratificante ver o empenho e a criatividade da equipe”, conta a professora de inglês, Simone Seixas Thomaz, também responsável pelo projeto.

Clique aqui para ver as fotos.
 




Outras Notícias