Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Democracia e Liberdade é tema de encontro na Biblioteca Monteiro Lobato



Por Carla Maio
Publicado em 19/06/2019
Editado em 16/01/2020, às 13:38

245 visualizações

A Biblioteca Monteiro Lobato recebeu na noite da última terça-feira, 18, o radialista, político e ativista social ítalo-brasileiro José Luiz Del Roio para um bate papo sobre o tema ”Democracia e Liberdade”. Além do público interessado na temática, o evento contou com as presenças do Secretário de Cultura, Vitor Souza, do subsecretário Adalmir Abreu, e do diretor do Departamento de Atividades Culturais, Tiago Ortaet.

De acordo com o Secretário Vitor, o encontro com Del Roio integra um conjunto de atividades que a Secretaria de Cultura vem promovendo para fomentar debates e reflexões sobre temas da atualidade: “O encontro desta noite nos oferece a oportunidade de olhar com bastante proximidade para um passado não muito distante, o que permite estabelecer importantes conexões entre o desenvolvimento de políticas públicas na área da Cultura e suas relações com as questões sociais e políticas do país”, enfatiza Vitor. 

Na próxima semana, quinta-feira, dia 27, às 19h, a Biblioteca Monteiro Lobato também recebe Teresa Isenburg, escritora, professora, diretora da universidade de Milão (Itália) e vice-presidente da Organização Mundial da Água. Durante o encontro, Isenburg apresenta a palestra “A cultura da água e os acordos internacionais”.

Liberdade, Igualdade, Fraternidade

Durante a palestra, Del Roio resgata o conceito greco-romano de Democracia e Liberdade, em meio a uma sociedade baseada no escravismo. Na França iluminista, o palestrante localiza o ponto chave dessa discussão que percorre todo o século XIX, ao extrapolar, a partir da Revolução Francesa, os ideais de liberté (liberdade), égalité (igualdade) e fraternité (fraternidade). 

“A luta pela igualdade entre os homens foi uma conquista dolorosa, marcada por inúmeros conflitos e massacres entre grupos que se opunham politica e ideologicamente. Ao mesmo tempo, tais lutas ampliam, gradualmente, o conceito de igualdade e as conquistas dos trabalhadores”, explica Del Roio. 

Em meio a todo esse contexto, Roio observa a fragilidade com a qual a democracia encontra-se estabelecida, considerando o crescimento da desigualdade social. 
 “Trazendo a discussão para os dias de hoje, observamos a ascensão da globalização neoliberal, que se intensificou a partir de 1989 com a vitória de um novo modelo econômico, glorificado aos extremos pela destruição do estado social, crescimento do desemprego, enfraquecimento dos Estados e o estabelecimento de inúmeras guerras, por todo o mundo”. 

Nos anos da Ditadura brasileira, José Luiz Del Roio abraçou a luta armada como forma de resistência ao regime. Após o golpe de 64, exilou-se no Peru, no Chile e na Argélia. Del Roio foi responsável por construir o Archivio Storico del Movimento Operario Brasiliano, em Milão, na Itália, incorporando o novo material produzido durante a resistência à ditadura. Hoje, esses documentos originais encontram-se sob guarda da Universidade Estadual Paulista (UNESP).
 



Assuntos Relacionados

Cultura Biblioteca Monteiro Lobato


Outras Notícias