Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Projeto da EPG Manoel Bonfim orienta alunos da EJA a regularizar documentos pessoais



Por Bárbara Braz
Publicado em 27/04/2022
Editado em 27/04/2022, às 15:11

379 visualizações

O projeto Alfabetização e Letramento dentro da Perspectiva da Música, da Poesia e da Cidadania, desenvolvido com os estudantes da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) da EPG Manoel Bomfim, no Lavras, tem possibilitado inúmeras ações de inclusão social. Dentre elas estão o levantamento dos estudantes com documentos pessoais irregulares e orientações sobre a importância da documentação pessoal para o exercício da cidadania.

Os professores e a coordenadora pedagógica da EJA, Fran Berlamino, realizaram esse movimento para ajudar a restabelecer a vida social de diversos estudantes, principalmente aqueles que estavam com título de eleitor cancelado, orientando e até imprimindo as multas a serem pagas.

“O projeto da escola tem como objetivo aumentar a atuação dos estudantes na sociedade. Por meio de um mapeamento observamos que muitos estavam com a documentação irregular e outros desconheciam como utilizar os serviços do governo. O projeto ajuda todos eles a regularizar suas documentações e cobrar seus direitos frente aos órgãos públicos”, destacou a coordenadora. 

Além de realizar a inscrição para tirar o título de eleitor para os estudantes adolescentes, os professores também ajudam os garotos na inscrição do alistamento do serviço militar obrigatório.

Resultados

Aluna da EJA, Maria Eduarda da Silva, que vai completar 16 anos, contou que está muito feliz por ter conseguido tirar seu título de eleitor. “Estou muito empolgada para votar, me sinto parte da sociedade, me tornando uma cidadã. Acho muito importante os jovens votarem porque isso vai influenciar nosso futuro”.

Os irmãos gêmeos Thamilton e Thailton Carneiro, de 17 anos, tiraram a carteira de trabalho e o título de eleitor. “Poder contar com a ajuda da escola foi fundamental. Com o título de eleitor temos a oportunidade de participar do processo eleitoral e ajudar a definir o futuro de nosso país. Além disso, ter a carteira de trabalho em mãos é um passo fundamental para o nosso primeiro emprego”.

Já a aluna Maria de Jesus Souza, de 44 anos, contou que por meio do projeto conseguiu abrir uma reclamação no Procon. “Estou com problema de energia no condomínio onde eu moro. Se não fossem os professores não conseguiria dar continuidade ao processo para resolver o problema”.

O projeto da unidade escolar ainda está em andamento devido à alta demanda de estudantes que precisam de auxílio na regularização de documentos.



Assuntos Relacionados

Educação


Outras Notícias