Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Prefeitura promove seminário da campanha Maio Laranja nesta quinta-feira no Adamastor



Por Danielle Andrade
Publicado em 16/05/2022
Editado em 18/05/2022, às 10:51

292 visualizações


O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, estabelecido em 18 de maio, completa 22 anos de mobilização e ações que envolvem toda a sociedade. Nesta quinta-feira (19), das 8h30 às 12h, a Prefeitura de Guarulhos promove, no Adamastor, o seminário Desafios e Possibilidades no Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. 

Destinado a professores e servidores municipais, o evento tem como objetivo ampliar o debate sobre políticas públicas prioritárias na garantia de direitos de crianças e adolescentes no município. A ação é organizada pela Comissão Intersetorial Permanente de Enfrentamento às Violências contra Crianças e Adolescentes - Projeto Guarulhos Cidade que Protege, em parceria com Programa Saúde na Escola.

No site facabonito.org as escolas podem compartilhar na agenda as atividades com foco na prevenção às violências, além de conferir a programação oficial do Comitê Nacional e de suas filiadas. Guarulhos mostra como o papel da escola é imprescindível, uma vez que os vínculos ali estabelecidos possibilitam maior segurança, proteção e acolhimento aos estudantes para que estejam livres do abuso e da exploração sexual praticada contra crianças e adolescentes. 

Programação 

A programação do seminário terá a presença da promotora de Justiça do Ministério Público de São Paulo, Natalie Riskalla Anchite, titular da 22ª Promotoria de Justiça de Guarulhos, com atribuição em infância, juventude, direitos individuais e difusos na área protetiva.

A juíza Hertha Helena Rollemberg Padilha de Oliveira, idealizadora e coordenadora do Projeto Eu Tenho Voz, do Instituto Paulista de Magistrados (Ipam), também marcará presença como palestrante.

Haverá ainda uma apresentação do espetáculo Marcas da Infância, produzido e interpretado pela Cia. NarrAr, que integra o projeto Eu Tenho Voz, do Ipam.    

O seminário conta ainda com a participação das secretarias de Educação, Saúde, Direitos Humanos e Desenvolvimento e Assistência Social, bem como de representantes do Conselho Tutelar, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e de outros segmentos da rede de proteção à criança e ao adolescente.




Outras Notícias