Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Programa Mulheres que Cantam tem primeiro single gravado no Estúdio Escola 360



Por Carla Maio
Publicado em 01/12/2022
Editado em 16/12/2022, às 8:56

303 visualizações


Assim como os seres que têm vida, as músicas também nascem e, muitas delas, da combinação de ideias, aspirações, desejos, empatias e vozes. Foi a partir desse ideal de sonoridades, timbres e acordes que surgiu Mais que uma voz, a primeira música autoral do programa Mulheres que Cantam. Gravada no Estúdio Escola 360 no CEU Continental, a canção ganhou também um videoclipe, com lançamento previsto para o próximo dia 8 de dezembro, quinta-feira, às 19h, durante a 17ª edição do programa Mulheres que Cantam, no Teatro Adamastor.

A parte técnica para gravação no Estúdio 360 foi realizada por Davi Ricardo e quem assina a produção musical e mixagem é Rodolfo Santana, da equipe de Comunicação da Secretaria de Educação.

A produção


Na fase de pré-produção, a cantora e compositora Aline Rissuto, coordenadora do programa Mulheres que Cantam, encaminhou uma guia com a música a Rodolfo. No computador, ele fez um arranjo preliminar, a partir da expectativa da compositora, de modo a encontrar uma estrutura comum.

A partir da guia elaborada na pré-produção, a fase seguinte envolveu a gravação da parte instrumental, violões e contrabaixo feitos por Kelly Rissuto, o piano e ukulele executados por Aline.

“Nessa parte da produção musical, a proposta estética apresentada à compositora para a gravação das partes teve como foco uma atenção estética na combinação dos instrumentos”, explica Rodolfo, que também colaborou com a criação dos arranjos de baixo.

Diante dos desafios dessa etapa de produção, Rodolfo contou que a gravação das vozes envolveu muito mais que questões técnicas e foi necessário gerenciar as experiências e expectativas das cantoras. 

“Muitas estavam entrando em um estúdio pela primeira vez. O fato de gravarmos muitas vozes também exigiu administração do tempo. Foi preciso ainda observar a estrutura da música e das partes que seriam utilizadas e ter muito jogo de cintura para lidar com os desafios dessa empreitada”. Apesar de todas as dificuldades, Rodolfo avalia que o resultado foi muito satisfatório. “Foi possível extrair momentos muito singulares de todas as cantoras e tentar ser bem equânime e justo no tempo de participação de cada uma delas”.  

Mais que uma voz


Com imagens e produção de Gezer Amorim, também membro da Comunicação da SE, o videoclipe tem duração de cerca de 4 minutos e mostra a performance de 13 cantoras, participantes das edições do programa Mulheres que Cantam: as irmãs Aline e Kelly Rissuto, Rosa Zuppo, Kimberly K, Nattali, Rosangela Alves, Karin Gama, Bibi Pantera, Carolina Frade, Sara Adeyeye, Eli Sabino, Ariê Arantes e Isabela Calazans. 

“A música nasceu, mas só depois pensamos em gravá-la e fazer o clipe. Mais que uma voz foi composta para o aniversário de um ano do programa. Pensei em fazer uma canção na qual todas pudéssemos cantar ao final de cada edição. O refrão já tinha nascido antes e faltava terminar a música. Então, sentei ao piano e comecei a escrever as partes, eu queria falar sobre as mulheres que já cantaram naquele palco, de tudo que somos capazes de fazer, da nossa força, de nossos dons, do dom de ser mulher”, conta Aline.

Rosa Zuppo, umas das cantoras participantes, é professora de música e tem vasta trajetória na área musical. “Fiquei muito feliz quando fui convidada para participar do Programa Mulheres que Cantam. Por mais experiência que você tenha, há sempre uma expectativa, surpresa, sensação, emoções e tudo o mais que antecede sua participação em um show. Isso resultou no convite para a gravação da música-tema do programa, estou sem palavras e certa de que essa música vai ficar na história das mulheres que vieram, as que estão e aquelas que ainda virão”, comemora Rosa.

Estúdio Escola 360


Sala de gravação, bateria completa, violão, guitarra, controlador DJ, microfones, sala técnica e mesa de som são alguns dos recursos tecnológicos disponíveis nos seis estúdios de gravação Escola 360 nos CEUs da cidade. A iniciativa da Prefeitura de Guarulhos, por meio do Programa Mais Futuro, objetiva o registro de produções fonográficas com viés informativo, artístico e educacional.

O uso dos estúdios será de duas horas no máximo, agendadas com 15 dias de antecedência e com a assinatura de termo de responsabilidade. A cessão de espaço poderá ser feita de forma online pelo endereço https://portaleducacao.guarulhos.sp.gov.br//siseduc/agendaespaco/ para proceder ao agendamento.

Além de profissionalização e qualificação, os estúdios contribuem para a aprendizagem de crianças, jovens e adultos ao mesmo tempo em que promovem a qualidade de vida e a transformação social da população.

Fotos: Gezer Amorim/SE




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias