Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Servidor da Secretaria de Cultura é homenageado na 6ª edição do Prêmio Inezita Barroso



Por Carla Maio
Publicado em 03/03/2023
Editado em 03/03/2023, às 13:47

429 visualizações


O agente cultural e servidor da Secretaria da Cultura, Paulo Cezar Pereira, conhecido como Paulinho, foi homenageado na 6ª edição do Prêmio Inezita Barroso durante cerimônia na manhã desta sexta-feira (3), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Nesta edição, o prêmio homenageou 20 personalidades da música caipira e de demais expressões artísticas rurais de São Paulo, escolhidas pela Comissão de Educação e Cultura da Alesp.

O evento contou com apresentação cultural de artistas guarulhenses, representantes de diferentes gerações da música caipira na cidade, o violeiro Jair Bueno, de 78 anos, e Rafael Viola, 9. “É com muito carinho que recebo esse prêmio de grande importância para a tradição caipira. Gostaria de dedicá-lo à cidade e a todos os artistas engajados na valorização e perpetuação desse legado para as gerações futuras e agradecer as inúmeras oportunidades e aos gestores da Secretaria de Cultura, que não economizam energia para transformar em realidade alguns dos mais cativos projetos realizados em Guarulhos”, observa Paulinho.

Preservação da cultura caipira


A indicação de Paulinho ao Prêmio Inezita Barroso é resultado de seu trabalho junto à comunidade sertaneja em Guarulhos. Por meio da Secretaria de Cultura, Paulinho vem atuando na coordenação de importantes projetos, dentre os quais a Orquestra de Violeiros Coração da Viola, tradicional grupo fundado em junho de 1979, com a qual desenvolve importante trabalho de preservação da cultura caipira e das modas de viola.

Paulinho dedica-se ainda a outros projetos de grande relevância para a cultura sertaneja e caipira em Guarulhos como o Viola Viva, criado por Aurea Fontes e que mesmo depois de seu falecimento, em 2021, continua a atrair violeiros aos domingos para o Teatro Nelson Rodrigues, na Vila Galvão, o Sertanejo Raiz e o Sertanejo Bom Demais, ambos realizados em pontos descentralizados, regiões da cidade que carecem de atividades culturais, e o Café com Viola, realizado em parceria com a sanfoneira Vera Bianca e que teve início no CEU Ponte Alta e atualmente acontece no CEU Bonsucesso, sempre no primeiro domingo do mês.

O Prêmio Inezita Barroso foi criado por meio de uma resolução aprovada pela Alesp em 2016, e teve sua primeira edição realizada em 2017, premiando naquele ano dez artistas e grupos da música raiz do Estado. Em 2023, a 6ª edição homenageou ainda a cantora Marília Mendonça e o cantor e apresentador Rolando Boldrin.

Para assistir ao evento de premiação, acesse https://www.youtube.com/watch?v=m13sbX2Ly8M.




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias