Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Professores da EPG Dorcelina de Oliveira Folador recebem formação sobre robótica



Por Danielle Andrade
Publicado em 04/07/2023
Editado em 07/07/2023, às 12:40

673 visualizações

Durante formação em hora-atividade sobre robótica na EPG Dorcelina de Oliveira Folador, no Pimentas, na última sexta-feira (30), os professores concluíram a confecção de robôs, conhecidos como robiscos, feitos a partir de materiais simples e descartáveis e colocados em movimento pela vibração do motor acoplado.

Os encontros formativos são realizados pelo Departamento de Orientações Educacionais e Pedagógicas (Doep), em parceria com Escola de Administração Pública de Guarulhos (Esap), e objetivam a aplicação de tecnologias significativas pelos professores em sala de aula de forma lúdica e contextualizada com a proposta curricular da rede municipal de ensino.

O coordenador da Esap Lab, Alex Garcia, falou sobre de que forma os professores do Ensino Fundamental podem desenvolver conceitos com os alunos, como aprender a utilizar ferramentas, reaproveitar materiais, reconhecer o uso dos motores e, principalmente, atingir seus objetivos na formação dos alunos.

“Apresentamos estratégias didáticas para que os docentes desenvolvam com sua turma conceitos científicos, não somente a prática, mas a construção do saber nesse universo tecnológico. A criança se expressa pelo saber, por meio do despertar da curiosidade e da intencionalidade da atividade proposta”, destacou Garcia sobre reconhecer e explorar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para desenvolver o conhecimento.

Robisco

Na formação anterior os docentes da EPG Dorcelina de Oliveira Folador deram início à construção do robisco, ação que permitiu a interação e a colaboração de todo o grupo ao longo do processo. Márcia de Mitri, professora do 3º ano, explicou como essas abordagens podem ser utilizadas para facilitar as aprendizagens da sua turma.

“É importante fazer com que o aluno reflita sobre o funcionamento de um ventilador ou computador, o que um motor conectado pode fazer, juntando com embalagens recicláveis ou até mesmo com garrafas PET, ou como a energia elétrica se transforma em energia mecânica”, explicou a docente.

Também houve oficina de circuito elétrico, utilizando papel alumínio, lâmpada led e bateria no sobre o papel sulfite. A coordenadora pedagógica da escola, Rita de Cássia Neres ressalta ainda que as horas-atividades são potencializadoras dos momentos formativos. “Que essas ações possam engajar a comunidade escolar em práticas pedagógicas criativas e que despertem a curiosidade das crianças para os conceitos da ciência com a característica das crianças, com ludicidade e imaginação”. 

Depois das férias escolares os professores vão implementar a proposta pedagógica com a construção de robiscos com suas turmas.





 



 

Galeria




Outras Notícias