Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Conselho Participativo na EPG Pagu destaca diferentes formas de registro da aprendizagem dos alunos



Por Carla Maio
Publicado em 06/07/2023
Editado em 10/07/2023, às 9:12

640 visualizações


Professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental da EPG Patrícia Galvão – Pagu, no Parque Continental III, participaram de encontro do Conselho Participativo de Classe e Ciclo (CPCC) na manhã desta quarta-feira (5). A partir da necessidade de potencializar as práticas pedagógicas dos docentes, o encontro objetivou ampliar o repertório do grupo sobre o compartilhamento dos processos de aprendizagem das crianças, sobretudo em relação ao uso dos recursos tecnológicos disponíveis na escola e da diversidade de registros.

Com um grupo de professores consolidado, formado por profissionais que atuam na escola há muitos anos, o CPCC contou com a participação das equipes do Departamento de Orientações Educacionais e Pedagógicas (DOEP) e Divisão Técnica de Comunicação Educacional da Secretaria de Educação.

Ambiente educativo


Como as crianças aprendem? Quais são as principais dificuldades encontradas nas diferentes etapas da escolarização? Como planejar e replanejar as atividades de modo que os alunos possam interagir com o conhecimento? Quem são as famílias dos alunos que estudam na escola? Qual a intencionalidade de vivências que têm como foco as brincadeiras? No ambiente educativo da EPG Pagu, os espaços formativos dedicados aos professores durante o CPCC propiciaram aos participantes inúmeras reflexões sobre a efetividade da prática docente.

“A partir do mapeamento do grupo de professores, realizado no início e no decorrer do primeiro semestre, observamos relatos sobre dificuldades individuais de cada aluno e das turmas. Por isso, o encontro tem como proposta oferecer momentos de vivências para potencializar o trabalho em sala de aula”, explicou Maria da Conceição Andrade Pinto, coordenadora pedagógica.

Divididos em grupos, os professores participaram de oficinas de desenho, fotografia, uso dos netbooks e do projetor interativo, momentos idealizados para que eles pudessem se relacionar com outras formas de registro de suas práticas, igualmente reveladoras do modo como as crianças aprendem.

Planejar e replanejar


Para Andressa Carla da Silva Reis, parceira de Conceição na coordenação pedagógica da unidade, é importante potencializar novas formas de registro para que os professores possam refletir nos momentos de planejar e replanejar as ações. 

“Para além dos registros próprios do professor, o encontro oferece um novo olhar para outras formas de registro igualmente importantes para avaliar a aprendizagem das crianças. Se por um lado os registros são utilizados para relatar práticas e avaliar as aprendizagens dos educandos, por outro ele também pode ser utilizado para redirecionar as práticas dos professores”, explicou Andressa.

Nesse sentido, tanto a fotografia quanto o desenho são formas de mostrar para as famílias dos alunos o processo de aprendizagem em sala de aula. “O recurso da foto permite que o professor observe a materialização de suas propostas e pode ser utilizado como autoavaliação do percurso formativo. Já os desenhos também são formas de avaliar a criança a partir do seu traçado, e é importante que ela possa produzir seus próprios desenhos e que tanto o professor quanto os responsáveis possam encontrar sentido nessas produções”.

Sobre os momentos de troca que permearam o encontro do CPCC, a diretora Regilane Ciolin Paiola reforça a importância do desenho e da fotografia na avaliação e reavaliação do processo de aprendizagem. 

“Um espaço formativo, no qual os professores têm a oportunidade de conhecer novas formas de registro, garante muito mais segurança e conforto de uso dessas ferramentas. Em relação à tecnologia, a rede municipal oferece recursos como os netbooks e kit multimídia com lousas e projeção interativas, que dispõem de inúmeras possibilidades de trabalho com as crianças, a partir da realidade dos próprios educandos. Todas essas discussões, trazidas para esse espaço privilegiado de troca e compartilhamento de práticas, vai muito além da valorização de nossos profissionais e focam o avanço na aprendizagem”, observou a diretora. 

Ao final do encontro, a professora Lucinei Francisca de Paula, que trabalha na EPG Pagu há 12 anos, contou que as oficinas despertaram sua curiosidade. Apesar de usar frequentemente os desenhos das crianças como registro das práticas com a turma, ela ficou intrigada com as inúmeras possibilidades de trabalho com o kit multimídia. 

“Tenho bastante dificuldade com o uso desses equipamentos, acho que para mim a oficina foi muito proveitosa e importante, pois preciso saber mais sobre isso. A manhã passou muito rápido, precisamos de mais tempo em encontros como esse”, disse a docente. 

Realizado em todas as escolas da Prefeitura de Guarulhos, o Conselho Participativo de Classe e Ciclo marca o início do recesso escolar, que vai de 7 a 20 de julho. Entre os dias 21 e 24 de julho, os professores retornam às unidades escolares para encontro de replanejamento. As aulas têm início no dia 25 de julho.


Galeria




Outras Notícias