Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Projeto de lei propõe reajuste salarial de coordenadores pedagógicos da rede municipal



Por Bárbara Braz
Publicado em 18/12/2023
Editado em 28/12/2023, às 16:39

434 visualizações


O prefeito Guti, o secretário de Educação, Alex Viterale, e a subsecretária Fábia Costa se reuniram na tarde desta quinta-feira (14) com coordenadores pedagógicos que atuam nas unidades escolares da Prefeitura de Guarulhos no Salão de Artes do Centro Municipal de Educação Adamastor. O encontro teve como pauta o reajuste da gratificação do cargo, antiga reivindicação da categoria, considerando a importância do trabalho realizado nas escolas.

Por meio de projeto de lei encaminhado para a Câmara Municipal para a alteração da lei 6.711/2010, o reajuste eleva o percentual estacionado desde a última revisão da remuneração de 17% para 25%. A alteração objetiva diminuir a rotatividade entre os coordenadores, o que favorece a continuidade e melhores resultados.

Para o prefeito Guti, a iniciativa é de muito merecimento para os profissionais, que desempenham excelente trabalho nas escolas. “Gostaria de agradecer pelo trabalho de cada um, que é basilar para que possamos avançar na política pública educacional universal do nosso município. Hoje podemos ostentar números melhores que a média nacional da educação porque vocês desempenham um ótimo trabalho. Ninguém consegue fazer nada sozinho, a educação se desenvolve dentro da sala de aula e é lá que conseguimos ter o termômetro da nossa educação e vocês lideram todo esse processo”, comemorou.

Aproximadamente 230 servidores que ocupam o cargo de exercício serão contemplados com o reajuste, investimento orçamentário de R$ 1,3 milhão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

“A ação dos coordenadores pedagógicos é fundamental em nossas escolas. Eles têm atuação primordial, acompanhando e garantindo a aplicação do currículo e do projeto político-pedagógico, o acompanhamento e o desenvolvimento dos alunos, além da relação com as famílias e a Secretaria de Educação”, destacou Viterale.

O projeto de lei com a alteração percentual considera ainda a importância da função e a grande demanda de suas atribuições, e além do reajuste da categoria também efetua outras adequações nas atribuições e forma de designação a fim de garantir maior respaldo para o desenvolvimento do trabalho.



Assuntos Relacionados

Educação


Outras Notícias