Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Alunos da EPG Sebastião Luiz da Fonseca assistem espetáculo teatral na Biblioteca Monteiro Lobato



Por Carla Maio
Publicado em 30/04/2024
Editado em 07/05/2024, às 9:17

363 visualizações


Mais de 90 alunos do 3º ano do ensino fundamental da EPG Sebastião Luiz da Fonseca participaram na última sexta-feira (26) da apresentação do espetáculo Incrível História de Leytor, encenado pelo grupo Teatro do Botokhypariu, no auditório Pedro Dias Gonçalves, no complexo da Biblioteca Monteiro Lobato, no centro. 

A saída para assistirem ao espetáculo é uma dentre outras ações realizadas pela EPG Sebastião Luiz da Fonseca para fomentar o livro e a literatura no Abril Literário, que se desdobram em inúmeras atividades e práticas pedagógicas que acontecem durante todo o ano letivo. Os alunos participaram ainda de contações de histórias e leituras itinerantes, tanto na escola com os demais colegas e para os funcionários quanto em casa para seus pais.

Uma viagem pelo planeta dos livros

O espetáculo conta a história da grande aventura de Leytor, um menino muito curioso e esperto que, apesar de viver em Bíblios, um planeta onde tudo é feito de livros, letras e palavras, não se conforma com o fato de que todas as pessoas daquele planeta não se interessam mais pela leitura e estão perdendo sua imaginação.

Leytor recebe a missão de salvar seu planeta e recuperar a semente da imaginação, que está sendo perdida pelo desequilíbrio provocado pelo planeta Técnus e toda sua tecnologia. Nesse contexto, o espetáculo promove o estímulo à leitura ao livro físico, que é a temática base desta história, levando em conta a existência da tecnologia e suas plataformas com o equilíbrio da utilização entre ambos.

Paras as professoras Vanusa Mônica de Souza Freita, Camila Barreto, Vanessa Cristina da Silva e seus alunos a saída da escola de ônibus para o teatro causou muita euforia em todos, principalmente nos estudantes que participavam pela primeira vez de um evento fora do espaço escolar. 

“Durante o trajeto eles foram descobrindo lugares, conhecendo de perto outros dos quais já tinham escutado falar, mas não faziam ideia de onde era e como era, como o aeroporto. Relatei a eles a minha experiência enquanto aluna, que ia de ônibus até a biblioteca e fazia meu trabalho lá, passava horas escrevendo, eles ficaram encantados com a Biblioteca Monteiro Lobato e impressionados ao imaginar há quanto tempo o lugar existe, explicou a professora Vanusa.

As professoras receberam devolutivas bastante positivas dos alunos, que gostaram muito da peça e relataram que esperavam mais pessoas atuando e que seria bem legal se o Leytor, a personagem da história, fosse um menino de verdade. “Eles fizeram a relação com o que costumo dizer a eles, que ler é viajar sem sair do lugar, que durante a leitura aprendemos muito", pontuou Vanusa.


Galeria



Assuntos Relacionados

Educação Abril Literário


Outras Notícias