Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Professores recebem formação para uso de ferramenta tecnológica no apoio educacional especializado



Por Danielle Andrade
Publicado em 02/06/2022
Editado em 08/06/2022, às 8:55

419 visualizações


Ao longo de toda a semana a Secretaria de Educação de Guarulhos promove formação com os coordenadores de programas educacionais do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e com os professores de educação especial (PEE) do Projeto de Referência e Apoio à Inclusão Educacional. A atividade objetiva a utilização do TIX Letramento teclado-mouse inteligente e software nas salas de recursos multifuncionais na rede municipal, equipamento que auxilia no desenvolvimento dos alunos com deficiência de forma lúdica e interativa, além de proporcionar autonomia.

Os encontros acontecem de forma presencial no auditório térreo da pasta, com mediação da formadora Thuane Valverde, do Grupo Actcon do TIX Letramento. O TIX contribui na melhoria do atendimento aos alunos das Escolas-Polo de Atendimento Educacional Especializado da Prefeitura.

“Os professores terão recursos que os ajudam a eliminar as barreiras sociais e promover o acesso dos educandos às aprendizagens e ao desenvolvimento. Tais recursos didáticos e as estratégias metodológicas asseguram a participação dos alunos nas atividades, além de propiciar uma educação inclusiva e de qualidade com base na Proposta Curricular – Quaro de Saberes Necessários 2019”, explica Angélica Hirata, responsável pela Divisão de Diversidade e Inclusão Educacional do Departamento de Orientações Educacionais e Pedagógicas (Doep).

Por meio da ação formativa os professores partilham conhecimentos e aprendem a utilizar o equipamento TIX, aprimoram o atendimento nas salas de recursos do AEE e proporcionam melhor acessibilidade.

“O teclado e o software TIX são ferramentas de tecnologia assistiva, mais um recurso para ampliar as habilidades funcionais das crianças com deficiência. Por isso é importante essa formação, para que possamos adquirir novas técnicas e aprendizagens no intuito de transmitir esses conhecimentos dentro da sala de recursos do AEE. O equipamento proporciona autonomia, traz possibilidades de comunicação, amplia a interação com outras pessoas, o que é benéfico não só dentro da escola, mas também para a trajetória de vida das crianças”, explica Fernanda Batista, coordenadora de Programas Educacionais do AEE.


 

Galeria




Outras Notícias