Cookie Consent by FreePrivacyPolicy.com Portal da Secretaria de Educação de Guarulhos


Cursos de música do Conservatório de Guarulhos oferecem formação musical de qualidade à população



Por Carla Maio
Publicado em 13/11/2023
Editado em 13/11/2023, às 13:40

283 visualizações


Iniciação musical de crianças, vivência musical para pessoas com deficiência e práticas de conjuntos para músicos de diferentes instrumentos são algumas das possibilidades de aprendizagem e estudo oferecidas pelo Conservatório Municipal de Guarulhos. Até o dia 30 de novembro, a Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Cultura, está com inscrições abertas para os cursos livres de música destinados gratuitamente a crianças a partir dos 10 anos, jovens e adultos, com ou sem conhecimentos musicais prévios. É necessário possuir o instrumento ou ter acesso para estudo diário.

A oferta tem por objetivo proporcionar formação musical de qualidade à população, com aulas teóricas e práticas de instrumentos de orquestra e populares. As inscrições devem ser feitas pela internet, no link bit.ly/CMG_2024, até as 17h do dia 30 de novembro. Para a realização da inscrição, é imprescindível a leitura do edital, disponível em bit.ly/edital-CMG_2024

Para dar igual oportunidade a todos, as inscrições também podem ser feitas pessoalmente, no mesmo período, de segunda a sexta, das 8h às 17h, na secretaria de alunos do Conservatório de Guarulhos, na nova sede que fica na rua Ipê, 71, no centro da cidade.

Instrumentos

No ato da inscrição, o candidato deverá indicar sua opção de instrumento. Nessa ocasião, serão disponibilizadas vagas em cursos regulares nos módulos Iniciante, Intermediário e Avançado para os seguintes instrumentos: Violão Erudito, Flauta Transversal, Clarineta, Saxofone, Trombone, Trompete, Tuba, Eufônio, Violino, Viola de Arco, Violoncelo, Contrabaixo Acústico, Piano Erudito, Canto Clássico, Teoria Musical Infantil, Piano Popular, Bateria e Percussão, Guitarra na linguagem Jazz, Guitarra na linguagem Rock, Contrabaixo Elétrico e Viola Caipira. 

Cronograma

No dia 6 de dezembro, os inscritos receberão um e-mail com o link de formulário, no qual deverão informar, até o dia 20 de dezembro, qual período do dia prefere realizar a prova objetiva. 

A lista com local, data e horário de aplicação da Prova Objetiva/Prova Auditiva será divulgada em 2 de janeiro de 2024, no prédio do Conservatório. As provas Objetivas/Auditivas ocorrerão em janeiro e o resultado divulgado no dia 8 de fevereiro. As entrevistas ocorrerão a partir do dia 15 de fevereiro e o resultado do Processo Seletivo será divulgado no dia 29 de fevereiro, na Secretaria do Conservatório.

As aulas

Além dos cursos livres, abertos à comunidade, a oferta do Conservatório de Guarulhos também conta com cursos regulares, destinados àqueles que desejam seguir carreira profissional na área da música. As aulas acontecem em grupos, em orquestras, corais e bandas, além de atividades de música de câmara, prática de conjunto e especialização.

Dentre os grupos estão a banda Música do Silêncio, formado por pessoas com e sem deficiência, que tem como finalidade propiciar um espaço de vivência musical aos participantes.

Outro grupo que acolhe e desperta o gosto de seus participantes pela música é o Primeiras Notas. Coordenado pela professora Vaneska Barros, o grupo promove a socialização por meio da iniciação musical de crianças de 7 a 10 anos, com vontade de aprender música, em instrumentos como xilofone, flauta doce, violino, violoncelo, guitarra, baixo, bateria, entre outros.

Práticas de conjunto

Nas práticas de conjunto, a Guarulhos Pops Orchestra, grupo coordenado pelo professor Epitácio Rodrigues, combina pessoas com diferentes níveis artísticos, o que favorece a troca de experiência entre os integrantes.

Pessoas interessadas em vivências práticas e conhecimentos sobre a formação de conjuntos têm ainda outras opções de cursos sobre diferentes gêneros, do samba ao jazz, passando pelo rock, blues e pela música brasileira. O Guitar Fusion, por exemplo, é um projeto que promove a integração entre os alunos de guitarra, coordenado pelos professores Pedro Esteves e Armando Leite. Já no Cordas, pra que te quero!, o professor Victor Castellano oferece conhecimento básico e aprimoramento no domínio da técnica de execução do violão em aulas coletivas, com repertório popular e clássico.

No Caminhos da Percussão, sob coordenação do professor Ricardo Barreto, é possível desenvolver habilidades musicais e as principais técnicas dos instrumentos de percussão, formação de naipes de percussão, respeitando as necessidades das grades rítmicas de acordo com sua tradição e história.

Variedade de manifestações da música brasileira

Em meio aos grupos também é possível encontrar o trompete.com.br, coordenado pelo professor Roberto Gastaldi, que desenvolve noções de rítmica por meio de diversos gêneros musicais, o Guarucellos, coordenado pelo professor Fábio Pelegatti, que tem como foco a interpretação, execução e aspectos técnicos do violoncelo, e o grupo Almanaque, coordenado pelo professor Norberto Queiroz, que objetiva difundir a riqueza da música popular brasileira, em suas variadas manifestações. 

O maestro Marcelo Mendonça coordena a Banda Sinfônica e a Big Band do Conservatório, grupos para instrumentistas com grau técnico elevado e que contribuem para o enriquecimento artístico musical da comunidade.

Já os grupos de música de câmara preparam os alunos para a atividade musical em solo e em conjunto, essenciais para sua atuação profissional. O maestro Celso Franchini coordena os grupos Solos e Cameristas, destinado a alunos de piano, e Prática de Música de Câmara, do qual participam alunos de canto, piano, cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), sopros (flauta, clarineta, trompete), violão e percussão. O repertório abrange períodos dos séculos XVII ao XX e é montado de acordo com a configuração dos participantes e seus respectivos níveis técnicos.

Cultura popular

Com a ampliação da oferta dos cursos do Conservatório em 2015, a instituição passou a oferecer também cursos de música popular com linguagens diferenciadas, que hoje convivem em plena harmonia no calendário de cursos. Dentre eles está o Afina toeira, grupo coordenado pelo professor Zé Helder, e que tem como foco a prática de música regional, típica do universo da viola caipira.

Outro grupo que chama a atenção de quem procura a instituição é o Estudando o Samba, turma coordenada pelo professor Ronaldo Gama, que faz a análise do gênero e seus subgêneros. O grupo se caracteriza como terreno fértil para fomentar as possibilidades da música popular brasileira, a partir regras que não estão pré-estabelecidas como na música erudita.

A Roda de Choro do Samuka, grupo coordenado pelo professor Jota Gê Alves, é formado por músicos das comunidades do choro e do samba, e tem como objetivo a apreciação histórica do gênero Choro, além do reconhecimento dos principais compositores e prática de repertório.

A oferta desses grupos dialoga com o fato de Guarulhos ser a segunda maior cidade em número de migrantes nordestinos no país, conforme dados do IBGE de 2010, o que reúne grande variedade de manifestações da Cultura Popular, um legado cultural riquíssimo, que muito além da diversidade culinária, usos e costumes, ecoa e reverbera também na música.

Foto: Camila Rhodes/SE




Assuntos Relacionados

Cultura


Outras Notícias